Header Ads

"Eles batiam": revela Jay Park sobre treinamento na JYP


Jay Park participou do programa "The Glow Up Podcast" e falou sobre sua carreira e das dificuldades em sua transição de Seattle (EUA) para a Coreia do Sul.

O rapper revelou primeiro que ele decidiu se mudar para Coreia por conta das dificuldadas finaceiras de sua família. Segundo ele o objetivo era trazer dinheiro, e que foi ingênuo ao pensar que poderia voltar para a América, após alcançar seus objetivos.

De forma geral, a transição foi difícil por Jay mal falava coreano e tinha pouco conhecimento da cultura.

Na Coreia, Jay Park recebeu treinamento da JYP Entertainment por cerca de 3 anos e meio. Ele nomeou esse tempo como "desenvolvimento artístico" do qual os trainees receberam treino vocal e de dança.

Ele afirmou, que "ajudou de muitas maneiras mas matou um pouco minha paixão e criatividade", e isso é, "como que programação. Cante assim, faça assim. Então você acaba perdendo sua individualidade."

Jay confessou que essa época foi muito dura e solitária para ele e que até chorou de vez em quando.

Ele também revelou sobre as condições do treinamento e sobre o tratamento enquanto esteve na empresa.

"A cultura em si era um pouco rígida, quando você erra letra ou um passo de dança, literalmente eles batiam. Isso é meio que a maneira coreana, entende? Agora não é assim. Está muito melhor agora, erámos até xingados (riso) mas eles não faziam isso comigo porque eu dançava bem. Mas eu via esse cara ao meu lado, ele errava qualquer coisa e levava um surra" revelou Jay Park.

Ele também comentou sobre a polêmcia do MySpace que o levaria a sair do grupo 2PM.

"Sabe, eu estava em um choque cultural. Era muito ignorante. Era muito ingênuo. Escrevi alguns comentários. Alguém desenterrou esses comentários que fiz, 'Coreia é ruim', 'Não sei o que está passando'. É assim que você fala quando é novo. Como 'A Coreia é gay'... Aqui (Estados Unidos), todo o mundo fala assim, mas se traduzir isso literalmente (sem entender o contexto cultural)... Todo o mundo ficou 'Ahh, o Jay Park é racista. Ele não gosta de coreanos'".


Jay voltou para Seattle um ano depois do debut do 2PM e eventualmente fez seu regresso à Coreia quando se tornou um artista de sucesso com sua própria agência.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.